O conteúdo estratégico vem ganhando cada vez mais espaço, principalmente depois do boom do marketing digital e dos comportamentos de interação online e também de consumo, que surgem com novos hábitos do consumidor. 

Mudanças no digital

Com todas as transformações, nós criamos outras formas de usar o digital e colocamos isso cada vez mais na nossa rotina. Estamos sempre buscando conteúdos online e que sejam enriquecedores.

As pesquisas aumentaram tanto nos mecanismos de busca como nas redes sociais por diversos tipos de informações, como produtos, serviços, aprendizados e muitos outros.

3 Motivos para criar conteúdos estratégicos

Tenha uma tática assertiva que esteja alinhada de forma estratégica com a sua marca, e pensando nisso separei alguns motivos para você produzir conteúdos estratégicos.

1. Os consumidores estão ainda mais conectados

O estudo sobre hábitos e tendências do consumo digital realizado pela divisão de Mídia da Nielsen Brasil, em parceria com a Toluna, revelou algo importante: 97,56% das pessoas entrevistadas acessaram a internet todos os dias em junho de 2020.

Para entendermos mais sobre como o público se comporta no ambiente digital, trago números divulgados pela Agência Mestre. Os entrevistados indicaram que se conectam para:

  • 93,2% — assistir filmes, vídeos e programas de TV;
  • 86,97% — ouvir música;
  • 77,47% — fazer pesquisas, consultas e checar e enviar e-mails;
  • 77,24% — interagir nas redes sociais;
  • 68,06% — ler notícias;
  • 64,85% — jogar;
  • 64,5% — comprar itens diversos;
  • 52,87% — administrar finanças;
  • 50,4% — pedir delivery de alimentos;
  • 40,84% — trabalhar.

Esses números, ainda referentes ao primeiro semestre de 2020, já indicavam um grande avanço digital. As pessoas estavam consumindo mais conteúdos online não só por vontade, mas por necessidade.

2. As pessoas estão mais dispostas a experimentar produtos e serviços

Os consumidores também passaram a analisar o custo-benefício de adquirir produtos e serviços de empresas e fizeram testes com marcas que nunca tinham interagido antes.

Um ponto interessante que ajuda a validar essa questão de que as pessoas estão mais dispostas a experimentar é que, segundo um relatório do The Integer Group, muitos informaram preferir adquirir itens de “marca própria” (aqueles produtos de linhas lançadas por marcas maiores) para gastar menos dinheiro.

De acordo com a pesquisa, 31% das pessoas estão gastando mais com esse tipo de produto. Uma análise válida sobre o assunto é que 12% das pessoas acreditam que provavelmente continuarão a comprar dessas marcas no futuro. Ou seja, elas experimentaram e podem continuar sendo clientes fiéis.

3. Grandes empresas estão investindo em conteúdos

Confira o movimento de mercado de grandes marcas que estão adquirindo portais, canais e empresas de conteúdo:

  • A XP Investimentos comprou o portal de notícias InfoMoney para fomentar a cultura da educação financeira e do universo dos investimentos;
  • O grupo MagaLu adquiriu as empresas Inloco Media e Canaltech, sendo este último um portal de conteúdo sobre tecnologia;
  • A Amazon comprou o serviço de streaming Twitch, focado em games e conteúdos de cultura POP.

Se empresas desse porte — inclusive uma corretora de câmbio, títulos e valores mobiliários — estão investindo em conteúdo estratégico para agregar valor às suas marcas e criar táticas mais assertivas, é porque a máxima de que ‘O Conteúdo é Rei’ é válida.

Como criar conteúdo estratégico?

Para criar conteúdo estratégico para sua empresa, é importante não negligenciar o básico:

  • conhecer profundamente o seu público e traçar um perfil de cliente ideal;
  • planejar ações alinhadas à persona, ou seja, a esse perfil de cliente que foi desenvolvido;
  • alinhar estratégias para as fases distintas da jornada do consumidor;
  • identificar oportunidades e inovações que possam enriquecer a estratégia.

Por isso, comece a criar conteúdos estratégicos e não apenas informações básicas e sem relevância para o seu público. Invista o seu tempo em um marketing que vai te posicionar com mais qualidade e assertividade.