fbpx

Gamestorming, você já ouviu falar?

Eu não sabia do que se tratava até o último sábado (27/04), quando tive aula no meu curso de Marketing Digital na @mbaseda.

Nada mais é do que uma ferramenta para utilizar os jogos para encontrar soluções. São resultados diferentes, ou seja, ter inovação nestes processos para efetivamente gerar novas ideias.

É a contextualização em forma de jogos e palavras ou frases para a quebra de paradigmas, envolvendo as pessoas e mostrando que todas têm o mesmo dever e direito para obter resultados.

Dentro de uma equipe, independente do tamanho dela, é super fácil de aplicar para que todos participem. A famosa brainstorming transformada em um game para ser mais dinâmico.

Para colocar em prática, é importante analisar os pontos do desafio, quais são as alternativas e pensar em quais soluções são possíveis. Além disso, podemos criar uma campanha, um produto e qualquer item que for necessário para a empresa, basta utilizar equipamentos como canetinhas, marca texto, massinha e post-it para deixar a criatividade fluir.

Com esse jogo é possível melhorar a colaboração e criar novas percepções sobre o funcionamento das empresas e suas equipes. É uma realidade alternativa que, no meu ponto de vista, funciona perfeitamente e traz um entendimento para que todos possam pensar juntos, criando ainda o laço da colaboração.

Terminei essa aula completamente encantada com tudo que vi e ouvi, fez total sentido e pude entender também  como o Mapa da Empatia, tão falado na atualidade, pode ajudar a termos clareza da real necessidade das pessoas que buscamos atender com nosso negócio. Você faria um curso pensando na comunicação e resolução de problemas?

Para quem quiser saber mais, repasso a recomendação da profa Rosi Dopazo com o livro Gamestorming – Jogos Corporativos para Mudar, Inovar e Quebrar Regras, dos autores Dave Gray, Sunni Brown e James Macanufo